11 de dezembro de 2014

Dermatite Atópica

{dad7765d7827c06be9f179adb35d02c1}_dermat_atopica_2_238x320x0_cropA dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, de caráter crônico e recidivante, caracterizada por prurido (coceira) intenso e lesões eczematosas. Aproximadamente 50% dos pacientes desenvolvem as manifestações clínicas no primeiro ano de vida. Por outro lado, 40% das crianças com dermatite atópica no início da vida desenvolvem doenças alérgicas respiratórias aos cinco anos. Há forte correlação com outras condições alérgicas como a asma e a rinite alérgica. Acarreta transtornos em toda a estrutura familiar do paciente. Compromete o desempenho escolar, as atividades de trabalho e lazer. A presença de pais e irmãos com alergia constitui-se em importante fator de risco ao desenvolvimento de dermatite atópica. Caso ambos os pais apresentem dermatite atópica a chance de seu filho desenvolver a doença é cerca de 70%. Não parece haver distribuição preferencial quanto ao sexo, embora demonstrem discreto predomínio entre pacientes do sexo feminino. A causa não está totalmente esclarecida e tem sido demonstrada inter-relação com: fatores genéticos, imunitários, ambientais, psicossomáticos, farmacológicos e alteração da própria estrutura da pele. Éclassificada em: alérgica e não alérgica. A alérgica atinge 70% a 80% dos pacientes e se relaciona à sensibilização contra alérgenos ambientais e níveis elevados de IgE. A não alérgica , que ocorre em 20% a 30% dos casos, é acompanhada de baixos níveis de IgE e ausência de detecção de sensibilização alergênica. O diagnóstico é baseado na história do paciente e nas manifestações clínicas e avaliação laboratorial. O tratamento é realizado através da hidratação que consiste uma medida básica no tratamento, medicamentos para o controle da inflamação e controle ambiental. É fundamental lembrar que o alérgico apresenta a pele defeituosa, sensível a diversos estímulos. O papel da hidratação no alérgico visa a umectação da pele.Os principais fatores agravantes para o ressecamento da pele no alérgico incluem: banhos quentes e prolongados, uso excessivo de sabonetes, banhos em piscina clorada, cremes hidratantes inadequados, ar condicionado, poluição aérea, baixa umidade do ar, fricção, estresse, produtos químicos e alimentação.

{f72347280bd543fa456fd99d9c37196d}_eczema_atopico_119x98x0Recomendam-se banhos rápidos e mornos, evitando o uso de sabões com fragrâncias e corantes. A aplicação dos cremes hidratantes deve ser realizada logo após o banho, com a pele ainda úmida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *