15 de junho de 2021

Semana Mundial da Alergia 2021 – ANAFILAXIA

SEMANA MUNDIAL DE ALERGIA 2021

ANAFILAXIA

A anafilaxia é uma reação grave e aguda, de causa quase sempre alérgica, generalizada, com diminuição da pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos, podendo levar a edema na glote com impossibilidade de respirar e morte caso não tratada.

 

Pode ser causada por:

  • Medicamentos (anti-inflamatórios não hormonais, analgésicos, miorrelaxantes, antibióticos)
  • Alimentos (leite de vaca, ovos, peixes, camarão, trigo, amendoim, nozes)
  • Ferroadas de insetos (formiga, vespa, abelha)
  • Látex (presente em equipamentos médicos, balões de ar, brinquedos, preservativos), podendo estar associado a alergias a frutas.
  • Estímulos físicos (exercício e frio). A anafilaxia por exercício pode ocorrer de forma isolada ou associada à ingestão de alimentos ou medicamentos.

 

As principais causas de anafilaxia em crianças: alimentos (leite, ovos), ferroadas de insetos e medicamentos (analgésicos, antibióticos).

Já em adultos é mais comum ser causado por medicamentos (anti-inflamatórios não hormonais, analgésicos, miorrelaxantes, antibióticos), alimentos (peixes e outros frutos do mar, amendoim, castanhas, nozes, trigo), ferroadas de insetos e causas físicas.

 

Os principais sintomas da ANAFILAXIA podem ser bastante variáveis, mas em geral se inicia com coceira, vermelhidão, urticária ou lesões no corpo, podendo acometer áreas como olhos, lábios, mãos, pés. Outro sintoma bastante comum são os sintomas respiratórios, onde pode haver falta de ar, respiração ofegante, dificuldade para engolir, fala abafada, coceira na língua, formigamento ou coceira na língua, podendo ocorrer edema da laringe o que gera risco de morte.

 

O tratamento

O tratamento agudo da anafilaxia é o uso imediato da ADRENALINA (epinefrina) onde o paciente com histórico de anafilaxia aplica na região intramuscular. Mas esse medicamento deve ser indicado e utilizado SEMPRE SOB ORIENTAÇÃO MÉDICA.

É importante o paciente saber identificar os sintomas de reação alérgica e ter um cartão com identificação com seus fatores desencadeantes e ter um plano de ação terapêutico em caso de emergência. Também é importante procurar o SAMU – 192 (Serviço mais próximo de emergência da sua residência).

 

Esse cartão abaixo está disponível para download no site da asbai.org.br

 

          Alérgicos que possam desenvolver reações alérgicas severas como anafilaxia, devem ser acompanhadas por um médico alergista e imunologista, podendo assim tomar medidas profiláticas.

   Maiores informações podem ser obtidas no site da ASBAI.org.br

Fonte: Associação Brasileira de Alergia e Imunologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *